Marina Week 2022, com presença do GDV, reuniu atrações sobre vida, sustentabilidade e cultura oceânica

Marina Week 2022, com presença do GDV, reuniu atrações sobre vida, sustentabilidade e cultura oceânica

Entre os dias 01 a 05 de junho, foi realizada a Marina Week 2022, iniciativa da Organização Cátedra Unesco para Sustentabilidade do Oceano (IEA e IO/USP),em parceria com a Scientific American Brasil (SCIAM), UNESCO e UNITWIN, e que teve uma extensa programação educativa sobre meio ambiente e o tema dos oceanos. O evento aconteceu no Memorial da América Latina com extensa programação educativa sobre o tema dos oceanos e o Colégio Guilherme Dumont Villares, nos debates sobre educação, foi representado pelo professor de Geografia, Cláudio Duarte.

Durante a semana, por meio de talk shows, oficinas, workshops de ONGs de conservação marinha, exposições, palestras e debates sobre as principais questões para um futuro sustentável do oceano, entre outras atrações, a Marina Week 2022 também endossou os propósitos da Década das Nações Unidas de Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável.

Declarada em 2017 pelas Nações Unidas, a Década do Oceano ocorre entre 2021 e 2030 e tem entre seus objetivos promover o conhecimento e a ciência oceânica para um público global, em busca de reverter o ciclo de declínio observado no oceano – um tema urgente e decisivo para os próximos anos.

Mais do que conservar os mares, a Década do Oceano também destaca a importância de promover políticas de desenvolvimento sustentável e ressalta o importante papel da educação nesse processo.

Em sua intervenção para os educadores de diversas instituições, o Professor Cláudio mostrou, inicialmente, o desafio de implantação do Novo Ensino Médio e como o GDV tem equacionado isso, e apresentou os 3 itinerários e os campos de estudos relacionados às Água, aos Oceanos e à Sustentabilidade. Também, abordou as ações pedagógicas do projeto Oceano em Rede, desenvolvido no GDV, que envolve estudos do meio relacionados ao tema, encontros internacionais da UNESCO, a parceria com o Programa Maré de Ciência e as atividades internas que são relacionadas à cultura oceânica. Destacou, ainda, que essa gama de atividades rendeu à escola sua adesão ao programa Escola Azul e o recebimento do Selo Azul pelo seu compromisso com a cultura oceânica.

Para o professor, o que chamou a atenção dos presentes foi a proposta do GDV em verticalizar e horizontalizar os projetos desenvolvidos na escola acerca da cultura oceânica, incorporando os princípios da UNESCO e da Rede PEA-UNESCO. Também destacou a importância das parcerias nos projetos, como o Maré de Ciência, e a participação dos alunos na Olimpíada dos Oceanos (Instituto de Oceanografia da UNIFESP) e os fóruns de embaixadores dos oceanos., inicativas que contam com a participação de todos os segmentos da escola.