Escola apresenta Plano de Curso da 3.ª Série do EM

Escola apresenta Plano de Curso da 3.ª Série do EM

Em uma reunião junto a pais e alunos da 3.ª série do Ensino Médio do Colégio Guilherme Dumont Villares, realizada no dia 21 de fevereiro, foram traçadas as metas do trabalho pedagógico junto a esse segmento visando a conclusão do curso e os preparativos para o ENEM e as provas vestibulares que ocorrerão no final do ano.

Na ocasião, a Diretora de Ensino, Prof.ª Angela Perez Fonseca, salientou que este é um momento de compromisso maior de todos os envolvidos no processo ensino-aprendizagem, educadores pais e alunos, para que os resultados sejam os mais significativos e exitosos. Ela lembrou, ainda, que em 2017 a escola implantando as chamadas “metodologias ativas”, que exigem um grande comprometimento dos agentes envolvidos no processo, ou seja, alunos engajados, professores comprometidos e familiares atentos e participativos, elementos chaves desse processo que tem como meta o sucesso, em todos os níveis, do aluno do Colégio Guilherme Dumont Villares.

Desde o ano de 2016, na 3.ª série do Ensino Médio, foram implantados cursos complementares em três áreas do conhecimento: Matemática, Artes e Educação Física. Essas aulas acontecem semanalmente durante doze semanas, correspondendo a uma disciplina por trimestre. Em Matemática, no primeiro trimestre, os alunos terão o aprofundamento dos estudos de Desenho Geométrico; no segundo trimestre, aulas complementares de História da Arte e, finalizando, no terceiro trimestre, será realizado um trabalho com a área de Educação Física voltado ao condicionamento físico de preparação dos alunos para o enfrentamento da maratona dos vestibulares.

A Professora Angela também apresentou o levantamento preliminar dos resultados de 2016, onde os alunos do GDV obtiveram 74% de aprovação, e as ações já consagradas na escola visando os vestibulares, como a aplicação de seis simulados durante o ano, que têm por objetivo mostrar ao aluno os desafios que ele encontrará nessas provas, o diagnóstico de seu desempenho e o progresso em termos de pontuação que deverá ter em vista ao curso pretendido.

Ela também salientou que a parceria família/escola deve continuar sendo baseada na confiança, no caminhar lado a lado, na troca de informações e no entendimento que o trabalho em sala de aula exige o compromisso do aluno. A atuação mais próxima dos pais, no que tange a cobrança quanto às responsabilidades que envolvem essa etapa final do ensino básico, é importantíssima.

Quanto às aulas complementares, o Professor José Ocimar, coordenador da Área de Matemática e suas Tecnologias, apresentou as diretrizes e o conteúdo das aulas de Desenho Geométrico, curso que já vem sendo trabalhado com foco na resolução de problemas e desenvolvimento de raciocínio. Já o Professor Oiram Bichaff, coordenador da Área de Educação Artística e responsável pelo curso de História da Arte que acontecerá no segundo trimestre, explicou que as intervenções terão como base diferentes escolas e obras de artes, quando os alunos serão levados a realizar a leitura da obra de arte, entendendo a obra como um texto visual que permite inúmeras indagações e interpretações para o entendimento da dinâmica da imagem. Tendo como ponto de partida a sensibilização na observação, o aluno percorrerá momentos de descrição da obra, a escola a que pertence, analisará como o artista organizou aquela composição e os seus traços e, por fim, a contextualização da obra e do artista. Por último, o Professor Leandro Marques, apresentou os objetivos e a programação do curso de condicionamento físico, com foco nas provas do final do ano. Chamando a atenção para o papel das atividades físicas para a melhora no rendimento escolar dos alunos, discorreu sobre o papel de um bom preparo físico na hora de realizar estas provas e as diversas atividades, como alongamento, postura, respiração e relaxamento, que serão úteis neste momento tão importante para os alunos.

A reunião contou ainda com intervenção do Professor Alan Moraes, da disciplina Projeto de Vida, que explanou sobre o tema “Empreendedorismo Criativo” e as características do curso dado aos alunos da 3.ª série do Ensino Médio. Ele chamou a atenção de todos para o  fato de que escolher uma profissão não é escolher um curso de faculdade, não é ganhar um certificado, mas um propósito de vida. Segundo ele, é o design da própria vida que abre caminho para a escolha profissional mais segura. Utilizando o autoconhecimento, o estímulo ao empreendedorismo e a descoberta de oportunidades, o curso Projeto de Vida tem como meta preparar o jovem para a Era da Criatividade, uma nova era de invenções e intervenções intelectuais em que inovação e reinvenção estão presentes e o surgimento de novas profissões é uma constante. Um momento em que o empreendedorismo criativo e a economia criativa são conceitos que permeiam a nova era do mundo do trabalho.

Finalizando, ocorreu a intervenção dos representantes do Curso Intergraus, que apresentaram a parceria com o GDV para o trabalho de revisão paralela dos conteúdos para os exames vestibulares e ENEM, que já tem quatro anos e envolveu mais de 180 alunos, com resultados bastante positivos.