Publicado em 21.03.2018 - Notícias - Sem comentários

Língua Portuguesa

Grupo_Interna

                    Uma boa prática em educação que inova o aprendizado da Língua Portuguesa

Nos dias de hoje, em que estamos mergulhados no universo virtual, escrever cartas parece algo anacrônico. Mas o que pouca gente sabe é que escrever cartas à mão pode se tornar uma eficiente ferramenta para o aprendizado e aprimoramento do uso da língua portuguesa no ambiente escolar. E essa foi uma boa prática educacional que despertou o interesse e entusiasmo dos alunos da 3.ª série do Ensino Fundamental I.

No primeiro trimestre de 2018, os alunos trabalharam com o gênero cartas nas aulas de Português, recebendo cartas de pessoas que moram em Salvador, destinadas ao grupo. Nelas, questões sobre rotinas de vida e preferências de quem as escreveu foram descritas, usando uma linguagem informal, para que, durante a leitura, os alunos pudessem entender a mensagem com autonomia.

Após o “momento mágico” de leitura das cartas, os alunos passaram a elaborar as respostas. Conheceram por foto as pessoas que os presentearam com as cartas e, dessa forma, as ilustrações puderam complementar ainda mais a escrita, tornando as respostas algo bastante significativo para o grupo.

IMG_2019                      IMG_2022

IMG_2023                     IMG_2024

Depois de prontas, as cartas foram enviadas pelo correio e todos os procedimentos de preenchimento dos envelopes foram também realizados pelos alunos em sala de aula.

IMG_2025         IMG_2026

Nesta atividade, a intenção pedagógica foi plenamente atendida, pois proporcionou o aprendizado em Língua Portuguesa sob uma forma de linguagem específica e desenvolveu importantes habilidades junto aos alunos, como leitura e escrita, compreensão das características do gênero em estudo, localização e análise de informações, desenvolvimento de habilidades como ouvir, falar, interpretar e expressar opiniões pessoais. O projeto também propiciou atitudes de interação, de colaboração e de troca de experiências em grupo.

Carta

Nosso agradecimento aos colaboradores, Camila, Mirian e Igor, nossos amigos soteropolitanos.

Professoras Simone, Rita e Inajara

3.º ano do EFI