Publicado em 28.02.2019 - Eventos - Sem comentários

FJS_4831

O Colégio Guilherme Dumont Villares sediou, no último dia 23de fevereiro, a Reunião Anual das Escolas da Rede PEA-UNESCO – Regional São Paulo, que contou com a presença de mais de uma centena de educadores do Estado de São Paulo, representando as escolas filiadas.

FJS_4805               FJS_4656

FJS_4920               FJS_4922

O evento foi aberto pela Prof.ª Eliana Baptista Pereira Aun, diretora geral do Colégio Guilherme Dumont Villares e coordenadora regional da Rede PEA-UNESCO/SP. Além de abordar a importância do encontro e do que representa ser uma escola filiada à UNESCO, a coordenadora apresentou para o público as propostas de ações pedagógicas da UNESCO para o ano de 2019, notadamente aquilo que se refere ao Ano Internacional da Tabela Periódica e ao Ano Internacional das Línguas Indígenas.

A seguir, o Profº. Lilio Alonso Paoliello Junior, matemático e mestre em Psicologia da Educação, conduziu uma importante reflexão sobre a Base Nacional Comum Curricular – BNCC e sua conexão com os princípios da UNESCO e a estreita relação que mantém com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS. Em sua abordagem, intitulada “Escola PEA-UNESCO – um passo à frente”, o Prof. Lílio demonstrou como as demandas educacionais do século XXI, particularmente aquelas relacionadas ao país, encontram no programa da Rede importantes subsídios para a melhoria do ensino e a qualidade de nossas escolas.

FJS_4704                  FJS_4731

FJS_4763                  FJS_4764

Já o Ano Internacional das Línguas Indígenas (International Year of Indigenous languages – IYIL2019) teve um espaço especial no encontro. Ele está sendo comemorado pela UNESCO e seus parceiros ao longo do ano de 2019 visando a conscientização da necessidade urgente de se preservar, revitalizar e promover as línguas indígenas no mundo. A grande maioria dessas línguas, faladas sobretudo por povos indígenas, continuam a desaparecer em um ritmo alarmante. Sem a medida adequada para tratar dessa questão, mais línguas irão se perder, e a história, as tradições e a memória associadas a elas provocarão uma considerável redução da rica tapeçaria de diversidade linguística em todo o mundo. Foi a partir dessa constatação que o Profº. Marcos Ueda, educador, especialista em Semiótica Aplicada à Educação pela Universidade de Berlim e gestor pedagógico e formador do CelLep e Instituto Goethe, proferiu a palestra “Quando morre uma língua: uma reflexão sobre a Matriz Tupi”, onde abordou a importância do Ano Internacional das Línguas Indígenas e, seguindo os propósitos estabelecidos pela UNESCO, explanou sobre as Línguas como Patrimônio Imaterial da Humanidade.

FJS_4812                 FJS_4852

Por sua vez, a Profª. Lourdes Ballesteros Martín, Diretora Geral do Colégio Miguel de Cervantes e Mestra do Ministério de Educação e Formação Profissional da Espanha, apresentou a proposta do primeiro “Fórum Hispano-Brasileiro do Patrimônio Jovem”, que será realizado no mês de novembro, em São Paulo.

A educação para o trânsito, uma das propostas do programa da UNESCO não ficou de fora. O Sr. Luiz Eduardo de Arruda, do Centro de Treinamento e Educação de Trânsito – CETET, apresentou para as escolas da rede o programa de educação para o trânsito desenvolvido pela CET – Companhia de Engenharia de Tráfego, que desenvolve uma série de atividades culturais nas escolas voltadas para o público da Educação Infantil ao Ensino Médio.

FJS_4782                  FJS_4792

Outra importante intervenção foi realizada pelo Sr. Fernando Perfeito, do Movimento Greenk, que promoveu o lançamento do Torneio Greenk Tech Show 2019 sobre o descarte de lixo eletrônico (E-Lixo), além de abordar o espetacular engajamento das escolas da Rede PEA no torneio 2018.

A reunião das escolas paulista ainda contou com a mensagem da Coordenadora Nacional das Escolas Associadas da UNESCO, Prof.ª Myriam Tricate, que saudou os presentes apresentando os resultados alcançados pela Rede PEA no Brasil e exortando os presentes a participarem do Encontro Nacional da Rede PEAUNESCO 2019, que acontecerá no segundo semestre.

FJS_4275                      FJS_4911

FJS_4914                      FJS_4873

FJS_4293                      FJS_4415

FJS_4466                     FJS_4530

FJS_4547                     FJS_4583